Ana Maria Braga chora ao vivo durante homenagem ao Tom Veiga: “Uma mãe que perde um filho”
03/11/2020 05:22 em Novidades

Ana Maria Braga se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais na manhã desta segunda-feira (2) ao surgir muito abalada e emocionada para apresentar o “Mais Você”, ao vivo, com uma homenagem ao amigo Tom Veiga, intérprete de Louro José.

O ator foi encontrado sem vida em sua casa no Rio de Janeiro no último domingo (1), após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico, provocado por um aneurisma, segundo o laudo do Instituto Médico-Legal (IML) do Rio de Janeiro.

Foto: Reprodução/TV Globo

“Hoje eu não estou perdendo só o Tom, eu estou perdendo ‘o’ Tom, um grande amigo, né? Um menino que a gente nunca discutiu, nunca brigou. E com ele foi junto o meu filho, que eu sempre considerei assim o Louro e o Tom”, Ana Maria Braga falou.“Eu fiquei pensando como eu ia conseguir chegar aqui e falar bom dia para vocês, porque dói muito. Assim como uma mãe perde um filho, um companheiro, porque filho da gente é um companheiro que você viu nascer e ele era isso”, disse a apresentadora, muito abalada.

 

A apresentadora ainda ressaltou que a produção da emissora ficou preocupada com o estado dela e ofereceu a opção de suspender o programa, mas a própria Ana Maria Braga quis entrar ao vivo e deixar uma última homenagem ao Tom. “Por mais que minha produção e a direção da casa estivesse preocupada comigo hoje, aqui, eu não poderia deixar de estar aqui, moída por dentro, e deixar a todos os que amam o Louro sem essa última homenagem”, narrou.

 

Recentemente, o apresentador André Marques se emocionou ao divulgar um vídeo em que aparece muito abalado falando sobre a morte do amigo. Um dos amigos mais próximos de Tom, André contou também em uma publicação que foi a primeira pessoa a chegar na casa do intérprete neste último domingo (1), onde já o encontrou sem vida.

Abalado, André disse que estava a caminho do aeroporto quando recebeu uma ligação de um amigo em comum com o Tom, perguntando se os dois estavam juntos, já que o intérprete também ia para São Paulo. “[O amigo perguntou] ‘André, você está com o Tom? Porque ele tinha que ir para São Paulo, você também não tinha que ir para São Paulo?” Porque eu ia. Aí, eu estava indo para o aeroporto e eu voltei. Falei: ‘vou lá na casa dele porque ele não está atendendo’. Aí, eu fui o primeiro a chegar lá [embarga a voz].”

“Peço para vocês orarem por ele porque a essa hora ele já está fazendo um monte de gente rir. Papai do céu estava precisando de um cara maneiro, fera, paizão e amigo de todo mundo, uma unanimidade. Deveria estar sem muita gente lá assim, só pode ser (…) Ele era um cara demais”, André complementou

COMENTÁRIOS